DownTown Club
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens

Kymco Xciting 400 - Excitante e Divertida

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Kymco Xciting 400 - Excitante e Divertida

Mensagem  caramelo em Agosto 20th 2015, 15:54


Mais um grande teste a esta fantástica scooter ::LISTA


Muito se fala e desconfia da qualidade de construção das motos asiáticas e não japonesas, mas a cada nova apresentação a Kwang Yang Motor Co. Ltd. (KYMCO) refina a sua produção, contando a sua gama actual com modelos com provas dadas seja em termos de fiabilidade seja em termos de performance, não tendo a marca de Kaoshiung, Taiwan, desperdiçado a fama que granjeou ao produzir componentes para as grandes marcas, como por exemplo o motor que esquipa as BMW “C” (600 e 650) entre outros, ou ainda o facto de a Kawasaki ter recorrido à base da Kymco Downtown 300i para “criar” a sua scooter J300.
Em 2013, quando a Kymco apresentou esta nova Xciting 400, puxava dos seus galões de construtora de scooters há mais de quarenta anos (a produção teve início muito antes, em 1963, com um contrato de produção de motores para a Honda), para garantir o excepcional nível desta sua completamente nova máquina.
O design italiano, o quadro reforçado com uma forquilha de 41mm de diâmetro apoiada numa mesa dupla, como as motos convencionais, o novo e performante motor monocilindrico G5-SC completamente desenhado de raiz, com baixos índices de atrito, quase isento de vibrações e relativamente económico, e uma qualidade geral de construção e acabamento muito acima da média, tudo isto acompanhado de um preço bastante contido, eram argumentos que quase pareciam demais para serem verdade.
Agora que finalmente pude experimentar esta Taiwanesa de gema, e apesar de já ter tido boas surpresas com outros modelos da marca, nomeadamente a K-XCT 125 cujo teste pode ver aqui no andardemoto.pt, fiquei deveras surpreendido.

A posição de condução é confortável e a ergonomia é muito boa, com os espelhos retrovisores bem colocados e muito funcionais, as manetes ajustáveis, as pegas do passageiro bem colocadas e o assento de dois níveis com acolchoamento especial, a garantir um muito bom apoio do fundo das costas para ambos os ocupantes.
O motor é realmente delicioso, com um funcionamento muito regular, quase isento de vibrações e sem ruídos parasitas, apoiado por uma transmissão de variação contínua muito robusta e de resposta instantânea e por uma ciclística quase inabalável que transmite uma enorme confiança seja em curva seja em travagem.
A suspensão, apesar da vocação desportiva, consegue filtrar razoavelmente as maiores irregularidades do piso devido aos mais de 10 centímetros de curso que disponibiliza em ambos os eixos, e as rodas de quinze e catorze polegadas, na frente e na traseira respectivamente, também contribuem positivamente nesse sentido.
A travagem é muito eficaz, nada de estranhar tendo em conta que é servida na frente por dois discos recortados de 280mm mordidos por pinças de dois pistões com aplicação radial. O descanso lateral está bem posicionado e o central é muito fácil de instalar e recolher. Além do mais, o travão de estacionamento é um grande factor de conforto pois liberta-nos da preocupação de procurar locais planos para estacionar.
Também ao nível da iluminação a Xciting está muito bem dotada, com faróis potentes e bem focados, e LED tanto nas luzes diurnas como na traseira.

Por outro lado, como handicap, tem escassa capacidade de carga. Apesar de debaixo do assento caber perfeitamente um capacete integral ou modular e ainda sobrar algum espaço, não cabe um segundo capacete. E também no painel frontal, apenas podemos contar com um pequeno e pouco funcional porta-luvas, que apesar de não ter fechadura, disponibiliza uma tomada de 12V para ligar um GPS ou um telemóvel.
Esta Xciting está destinada para quem, habituado às prestações de uma moto normal, precisa de uma alternativa para circular rápida, diária e comodamente na cidade e fora dela, com ou sem passageiro, sem correr o risco de adormecer em qualquer recta, de ficar enjoado com os balanços de quadros e suspensões demasiado brandos, ou ficar com a carteira vazia.

Fonte;andar de moto
http://www.andardemoto.pt/test-drives/19155-kymco-xciting-400-excitante-e-divertida/


Última edição por _AXE_ em Novembro 16th 2015, 09:00, editado 1 vez(es) (Razão : Acerto do Link)

caramelo
Moderador
Moderador

Mensagens : 1164
Data de inscrição : 06/10/2013
Idade : 40
Localização : Odivelas

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum