Tradutor
EnglishFrenchGermanSpainItalianDutch
RussianPortugueseJapaneseKoreanArabicChinese Simplified
Convidado
Mensagens: 0


Alterar
Ver
Tópicos e mensagens
Julho 2018
SegTerQuaQuiSexSabDom
      1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031     

Calendário Calendário


Quando tenho de trocar os meus pneus?

Ir em baixo

Quando tenho de trocar os meus pneus?

Mensagem  Convidado em Novembro 30th 2015, 13:43


Os pneus são o único ponto de contacto entre a sua moto e o solo.
Verifique os seus pneus regularmente para manter a sua qualidade e performances no tempo, seguindo as nossas recomendações de utilização.
O não cumprimento destas recomendações pode ter repercussão nas performances da moto, podendo causar problemas na condução ou falha do pneu, o que pode pôr em risco a segurança do utilizador e a de terceiros.
Os pneus que se verificam regularmente duram mais. É conveniente verificar com regularidade a profundidade e o estado da banda de rolamento, verificar a pressão e prestar atenção aos flancos para detectar possíveis danos ou qualquer sinal de desgaste irregular. Qualquer anomalia deve ser verificada por um profissional que deve avaliar se é possível reparar o pneu.

Seis motivos para trocar os seus pneus.
Indicamos de seguida seis motivos pelos quais deveria trocar os seus pneus. Às vezes, o pneu pode ser reparado. A reparação dos pneus Michelin deve incluir um exame minucioso do pneu feito por um especialista.

Se teve um furo
Os pneus actuais são muito resistentes e suportam quase tudo. Ainda assim, alguns os furos podem acontecer. Depois de um furo, um profissional deve analisar o pneu para verificar se a reparação é possível.
Normas de segurança em caso de furo:
Pense primeiro na sua segurança e na do passageiro. Saia da via num lugar seguro.
Desligue o motor
Acenda as luzes de emergência
Ponha um colete reflector
Pense sempre na sua segurança

Quando os pneus chegam ao limite legal de desgaste
Deve verificar-se com regularidade o desgaste dos pneus. - Mas, como se faz? Há uma maneira muito fácil de saber se os pneus estão gastos.
Um boneco MICHELIN situado na borda do pneu mostra a localização do indicador de desgaste, que se situa nas principais ranhuras da banda de rolamento. Estes indicadores são saliências no fundo das ranhuras do piso da banda de rolamento.
Se a superfície da borracha da banda de rolamento está ao mesmo nível que estes indicadores, a profundidade do piso esté perto do limite legal de 1 mm. ou abaixo do mesmo. Antes de chegar a este limite, a Michelin recomenda bastante que se troquem os pneus. Os mesmos podem não proporcionar as performances ou aderência necessária, sobretudo em solo molhado e poderia estar a infringir a lei.
Embora o resto da banda de rolamento tenha mais de 1 mm., deve adaptar a velocidade e o estilo de condução às condições externas, especialmente em estradas molhadas

Se os pneus aparentam sinais de envelhecimento
Os pneus não têm uma duração pré-definida quando armazenados. Não é determinante a data de fabrico. Os pneus envelhecem embora não se utilizem ou se usem ocasionalmente. A vida do pneu depende de muitos factores como a temperatura, a manutenção, as condições de armazenagem e utilização, a carga, a velocidade, a pressão, assim como o estilo de condução. Todas elas afectarão bastante a vida útil que se pode esperar de um pneu.
Preste atenção aos seus pneus.
Por estes motivos, a Michelin recomenda que todos os condutores verifiquem periodicamente o aspecto exterior dos seus pneus para detectar qualquer sinal de envelhecimento ou de fadiga: gretas na borracha da banda de rolamento, na borda ou no talão, deformação do pneu, etc. Um envelhecimento excessivo dos pneus pode ter como consequência uma perda de aderência.
Um profissional saberá informar se os pneus ainda se podem utilizar ou não.
- Quando é "demasiado velho"? A prova dos cinco anos.
Depois de cinco anos ou mais em serviço, os pneus devem ser bem inspeccionados pelo menos uma vez por ano. Para substituí-los, siga as recomendações do fabricante do veículo sobre a substituição dos pneus originais. Como medida de precaução, se os pneus têm mais de 10 anos desde a data de fabrico (ver como ler o flanco de um pneu), a Michelin recomenda trocá-los por outros novos, embora pareça que se podem utilizar e não se tenham gasto até ao indicador de desgaste.

Se o pneu teve danos
Os pneus podem ficar gravemente danificados se chocarem contra um objecto sólido na estrada como uma berma, buraco ou objecto pontiagudo. Aconselhamos que o pneu seja verificado por um profissional para detectar qualquer perfuração, corte ou deformação visível. Só ele nos pode dizer se o pneu se pode reparar ou tem de ser substituído por outro. Para sua segurança, lembre-se de que não deve utilizar nunca pneus danificados ou que tenham rodado pouco cheios sem que tenham sido inspeccionados um profissional. A inspecção de um profissional é absolutamente necessária porque os danos internos não são visíveis quando o pneu está montado.
Nunca reparar um pneu que apresenta os seguintes danos:
1. Pinchazos en el flanco
2. Aro del talón a la vista o deformado
3. Gomas o lonas despegadas
4. Gomas o lonas con pliegues
5. Deterioros provocados por cuerpos grasos o corrosivos
6. Asperezas o jaspeaduras de las gomas interiores provocadas por una presión insuficiente.

Se identifica um desgaste anormal
Um desgaste anormal irregular - em alguma zona isolada, no centro, nos bordos - costuma indicar um problema mecânico como alinhamento inadequado da roda, problema de calibragem, de suspensão ou de transmissão... também pode ser provocado por uma pressão inadequada.
Para evitar um desgaste irregular é necessário alinhar e equilibrar de seis em seis meses. Isto também fará com que os seus pneus durem mais e que a condução seja mais suave.
Pode constatar um desgaste anormalmente rápido do pneu comprovando com a quilometragem realizada ou comparando com pneus montados numa moto idêntica com o mesmo tipo de condução.
Em ambos os casos, em caso de dúvida consulte um especialista em pneus

Se não são adequados para o seu veículo
Para escolher um pneu deve ter em conta a legislação e as recomendações do fabricante do veículo. Para conseguir os melhores resultados, deve montar-se o mesmo tipo de pneu à frente e atrás. Os pneus de diversos tamanhos, construções ou com diferente desgaste podem afectar a condução e a estabilidade do veículo.
Há muitas formas de encontrar os pneus mais adequados para o seu veículo. Se não tem a certeza, utilize o nosso selector de pneus. Recomendamos começar a procurar por tipo de veículo. Também se pode procurar por dimensão do pneu ou pela gama do pneu. Tudo isto vai ajudá-lo a escolher o pneu mais adequado para a sua moto, consultando um especialista em pneus

Fonte: Michelin

Convidado
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum